/ Notícias

Como um Centro de Controle Operacional garante eficiência, segurança e redução de custos

8 de outubro de 2018

Você já pensou em adotar na sua empresa um centro de controle operacional? Os chamados CCOs são frequentes em estabelecimentos em que há grande fluxo de pessoas, como aeroportos, shoppings e estádios de futebol.

Porém, isso não significa que uma central de controle esteja restrita a essas localidades. Mesmo empresas menores podem desfrutar dos benefícios desse tipo de infraestrutura. Diferente do que muitos imaginam, os custos de montagem e manutenção de ambientes como esses não são tão altos e em médio e longo prazo eles podem ajudar você a economizar consideravelmente.

Quais são os benefícios de um CCO?

São muitos e, nesse artigo, vamos listar alguns deles para que você possa compreender a importâncias que esses espaços têm. Entre outras coisas, sua companhia pode reduzir custos, aumentar a segurança e tornar o trabalho mais eficiente em muitas áreas. Claro, um projeto elaborado sob medida para o seu negócio também ajudará bastante você a ter sucesso com o seu CCO.

1. Avaliação de desempenho em tempo real

A eficiência nas atividades pode aumentar por meio do controle em tempo real que os CCOs oferecem. Graças ao monitoramento, os gestores podem entender como os processos ocorrem e interferir em cada um deles visando dar mais agilidade à cada etapa do trabalho. Muitas vezes, sem os recursos de imagem, pode se tornar complicado encontrar padrões possíveis de serem modificados.

Muitas vezes, certos fluxos podem ser modificados para que tenham caminhos mais eficientes, mas é preciso acompanhar em tempo real como os trabalhos ocorrem para que isso seja possível. O primeiro passo para evoluir, portanto, é compreender como funciona a sua infraestrutura para, posteriormente, fazer as intervenções necessárias.

2. Mais segurança para o seu estabelecimento

Problemas como furtos e roubos são comuns aos grandes estabelecimentos. Nem sempre existe a possibilidade de se ter um efetivo em todos os pontos da empresa, mas as câmeras podem cobrir essas áreas com uma facilidade muito maior. Assim, ao invés de deslocar dezenas de pessoas para a vigilância, apenas alguns poucos controladores podem vigiar várias áreas simultaneamente.

A instalação de um CCO permite ampliar a área de cobertura da vigilância sem que para isso seja preciso contratar mais pessoas. Ainda melhor, por meio das centrais de controle, é possível compreender os problemas de imediato e deslocar o efetivo necessário para a ocorrência, garantindo maior agilidade na tentativa de resolver problemas.

3. Redução de custos operacionais

Uma das principais funções de um CCO é ampliar a área de cobertura de um monitoramento sem que para isso seja preciso aumentar o número de pessoas envolvidas na operação. Dessa forma, garante-se um aumento na eficiência sem que isso impacte diretamente em aumento de custos em médio e longo prazo.

Excetuando-se o investimento inicial necessário, que não é dos mais altos, basicamente o que o empresário precisará é destinar mensalmente um certo investimento para a manutenção, mas nada muito expressivo. A capacitação de pessoal para a operação do CCO também é uma garantia que, a partir dele, novos e bons frutos virão nessa mesma esteira.

4. Possibilidade de criação de soluções sob medida

Por fim, uma das grandes vantagens que a implantação de um CCO sugere é a possibilidade de criar uma estrutura em função das suas necessidades. Em outras palavras, você não precisa recorrer apenas a soluções prontas que, talvez, não deem a resposta que necessária, apesar dos seus investimentos.

A contratação de uma empresa especializada na instalação de CCOs, como a PerformanceNet,  garante que haverá um projeto pensado sob medida para a sua companhia. Com isso, podem ser feitas as modificações necessárias, para que se garanta que todos os seus desejos serão atendidos. A construção de uma empresa eficiente passa pela montagem de um Centro de Controle Operacional sob medida.

Automação de ambientes corporativos: otimização de atividades e redução de custos

1 de outubro de 2018

A adoção de ferramentas de automação em ambientes corporativos é muito mais do que um adição de luxo, como muitos possam imaginar. Se você fizer as escolhas corretas, poderá não só proporcionar uma melhor qualidade de vida aos colaboradores como também reduzirá os custos.

São muitas as possibilidades existentes nesse segmento. Elas vão desde os sensores de iluminação, que ativam as luzes somente quando há alguém um ambiente, até recursos de comunicação, que proporcionam mais segurança às empresas. Nesse artigo, falaremos sobre algumas dessas alternativas que podem fazer parte do dia a dia da sua companhia.

Redução do consumo de energia

Essa é uma das opção mais recorrentes buscadas pelas empresas que buscam a automação de ambientes. Aqui, falamos desde tomadas automatizadas, que permitem interromper o fornecimento de energia a partir de uma determinada hora do dia, visando reduzir riscos de sobrecarga, até os tradicionais sensores de presença.

Graças aos sensores, é possível economizar significativamente na conta de luz. Os mais comuns são se dois tipos: aqueles que acendem as lâmpadas apenas quando alguém passa por um cômodo e aqueles fotossensíveis, que acendem as luzes automaticamente quando escurece e as apagam quando amanhece o dia.

Sensores de temperatura

A briga pela temperatura do ar condicionado está prestes a ter um fim. Os sensores de temperatura integrados à internet se baseiam na temperatura externa para proporcionar aos ambientes internos um clima mais agradável e que não cause tanto impacto no corpo humano.

Em dias quentes, por exemplo, ele pode ser configurado para oferecer uma temperatura mais fresca enquanto em dias frios ele pode aquecer os cômodos nas horas mais frias do dia. A ideia é que tudo isso seja feito de forma automática, sem que os habitantes precisem tomar essas decisões ao longo do dia.

Conexão inteligente

E se você pudesse controlar elementos como iluminação e temperatura a partir do seu smartphone? Essa possibilidade também está entre as mais procuradas pelas empresas. A ideia é adotar centrais – que podem ser comandadas via aplicativo em um smartphone ou tablet central – para controlar todos esses aspectos.

A grande vantagem dessas centrais é que elas também são compatíveis com comandos por voz. Assim, graças a microfones instalados em pontos-chave do ambiente, basta você pedir que as luzes de acendem, a temperatura se modifica ou mesmo uma música é ligada no ambiente. Mais comodidade, impossível.

Controle de segurança

Outro tipo de solução cuja demanda é muito frequente é a de ferramentas de segurança baseadas em tecnologias mais eficientes. Um exemplo são as fechaduras com acesso via biometria. Elas podem ou não ser integradas a câmeras, que confirmam se a pessoa em questão é mesmo a portadora dos dados cadastrados no sistema.

Há ainda a possibilidade de usar o celular como ferramenta de desbloqueio de portas, graças a tecnologias como leitura de impressões digitais ou reconhecimento de íris presente nos aparelhos. Todas essas soluções visam diminuir o tempo de espera na abertura, reduzindo a exposição a riscos, e proporcionar maior segurança sem que para isso seja necessário contratar mais pessoas.

Soluções sob medida para o seu negócio

Além das tecnologias acima, que podem ser consideradas as mais frequentes entre as requisições das empresas, existem ainda dezenas de possibilidades que podem ser feitas sob medida. Por isso, antes de escolher uma entre as opções disponíveis no mercado, consulte a nossa equipe para verificar como fazer um projeto sob medida, com diferenciais que de fato atendam às necessidades do seu negócio.

4 funcionalidades que um video wall pode trazer a grandes empresas e instituições

1 de outubro de 2018

Entre as muitas soluções existentes em termos de segurança para salas de controle e centrais de monitoramento, uma das que mais se destaca hoje é o video wall. Esse tipo de estrutura traz muitas vantagens e as funcionalidades do video wall justificam o investimento que é feito.

Essa solução é encontrada hoje em shoppings, aeroportos, cinemas, lojas, espaços socioculturais e muitos outros ambientes. Vamos conhecer mais detalhes sobre essa tecnologia que vem conquistando o seu espaço no mercado brasileiro especialmente por conta das vantagens que proporciona aos seus clientes.

Entendendo o video wall

Um video wall profissional vai muito além de um conjunto de monitores e displays colocados lado a lado para formar uma grande imagem. O grande segredo aqui é a escolha correta de displays que tenham bordas menores e maior durabilidade para esse tipo de função, além do fato de que telas similares e bem calibradas não resultarão em problemas relacionados a uma paleta de cores distinta.

Contudo, por trás de tudo isso, o principal elemento para que o conjunto funcione de forma harmônica é o processador de vídeo. É ele que ficará encarregado em distribuir a imagem final para os displays, proporcionando uma experiência visual diferenciada e de alto impacto.

1. Possibilidade de criar experiências interativas

Os consumidores estão acostumados a lidar com telas para obter informações. Sendo assim, existe a possibilidade de criar modelos de video wall que tenham interatividade. Os displays sensíveis ao toque podem ser adicionados em meio a outras telas apenas demonstrativa, criando uma experiência interativa.

Essas soluções são úteis para criar, de uma forma lúdica, uma maneira personalizada de se relacionar com os consumidores. Sem dúvida, em grandes promoções e divulgações, esse pode ser um atrativo e tanto para a sua marca.

2. Redução de força de trabalho

Utilizar um sistema de video wall para cadastro de informações, por exemplo, pode ser uma maneira atrativa de atrair usuários sem que para isso seja preciso disponibilizar funcionários para essa tarefa. As paredes de vídeo são, por si só, mais atrativas e despertam no consumidor o interesse de interagir.

Dessa forma, sua empresa reduz os custos operacionais ao mesmo tempo em que investe em uma solução criativa e que funciona como um chamariz e um elemento de divulgação. Note, em um shopping no qual esse tipo de instalação já exista, como o público se comporta perante o video wall: geralmente, os consumidores ficam fascinados.

3. Dispensa de softwares caros

Se engana quem pensa que por trás de um video wall há a necessidade de utilização de softwares caros e complexos. Não é nada disso. O segredo consiste em montar um sistema eficiente, que possa ser operado via internet, com dados alimentados a partir de qualquer lugar.

Essa característica faz com que o video wall seja uma alternativa acessível mesmo para comércios de menor porte. Os custos de manutenção também são baixos e a mesma infraestrutura pode ser reaproveitada para novas campanhas, o que diluiu o valor de investimento em médio e longo prazo.

4. Instalação rápida e desenvolvimento ágil

Antes de contratar um video wall para a sua empresa, é preciso pensar em que tipo de experiência você pretende proporcionar para os seus clientes. Assim, a fase de desenvolvimento da peça publicitária que será exibida é de suma importância, pois a partir dela serão definidas as especificações técnicas necessárias. Todas as orientações que você precisar nessa fase serão oferecidas pela empresa.

Com isso em mente, os prazos de instalação de todo o aparato necessário bem como a configuração do sistema são rápidos e ágeis. Quando você opta por empresas com um longo histórico de implantação de projetos, como a PerformanceNet, o resultado é uma instalação de qualidade e que fará a diferença no seu negócio.

5 tecnologias que são fundamentais para montar uma sala de palestras

19 de setembro de 2018

Por mais que você prepare uma apresentação especial para mostrar aos seus funcionários ou fornecedores, o ambiente no qual a palestra será realizada conta muito. Algumas tecnologias utilizadas em salas de palestras podem ajudar a tornar o ambiente mais convidativo.

Além de cadeiras confortáveis, o bom uso de recursos audiovisuais e uma acústica que permita que mesmo aqueles que estão no fundo da sala ouçam o que está sendo dito contam muitos pontos para aumentar a retenção de atenção. Nesse artigo, mostraremos cinco tecnologias que são indispensáveis para aqueles que desejam montar um ambiente perfeito para apresentações.

1. Sistema de sonorização

Por mais que a sua apresentação seja interessante, muitas pessoas acabam se distraindo em meio a ela em razão de não ouvirem direito o que você está dizendo. Esse problema não se restringe apenas a salas grandes. Mesmo em ambientes pequenos, ruídos externos podem tirar a concentração dos participantes.

A solução é recorrer aos sistemas de sonorização. Equipamentos como microfones, mesas e caixas de som podem tornar o espaço mais propício para os participantes. Cada caso precisa ser analisado individualmente, pois a estrutura do local influencia diretamente na sua acústica. Se for preciso, algum isolamento sonoro também pode ser aplicado.

2. Projetor e tela de projeção

A melhor maneira de apresentar conteúdos audiovisuais é por meio de projetores. Porém, a escolha do tipo de equipamento deve levar em condição o tamanho da sala. Há modelos mais compactos, perfeitos para ambientes menores, e há aqueles com maior luminosidade, voltados para auditórios mais amplos.

A escolha da tela de projeção também deve seguir alguns critérios importantes. De nada adianta escolher um ótimo projetor e fazer as projeções em uma parede inadequada. Há certos materiais cuja superfície lisa proporciona um contraste maior. Algumas, inclusive são compatíveis com canetas eletrônicas, funcionando como lousas digitais.

3. Sistema de iluminação

Esse é um elemento que constantemente é deixado de lado em muitas montagens de estruturas. Um bom sistema de iluminação deve ser pensado de forma a ressaltar o palestrante no palco, facilitando a visualização de quem está na plateia. Além disso, as luzes devem ter um controle flexível para as mais diferentes situações.

No caso dos auditórios, a iluminação deve ainda servir para destacar placas de sinalização, escadas e mesmo a localização dos assentos quando as luzes estiverem mais baixas ou apagadas. Trata-se de um quesito que precisa ser muito bem projetado para que não destoe do restante da estrutura.

4. Estrutura de filmagem

Há duas razões pela qual você precisa pensar em uma estrutura de filmagem para o auditório da sua empresa. A primeira delas é por conta da possibilidade de se fazer streaming, ou seja, a transmissão simultânea do conteúdo para fontes externas ou em um telão na parte interna. Além disso, o registro das palestras pode ser essencial para uso posterior.

Para isso, uma estrutura de filmagem não deve levar em consideração apenas câmeras, tripés ou iluminação específica. É preciso pensar ainda nos pontos de posicionamento para gravação, sejam eles no centro do palco, no teto ou em lugares estratégicos, construídos com essa finalidade.

5. Rede Wi-Fi

Se você acompanha muitas palestras em diversos lugares, certamente já deve ter reparado que em auditórios as redes Wi-Fi não costumam ser muito boas. Além dos locais serem maiores, isso acontece porque nem sempre as antenas dos roteadores e repetidores são posicionadas de maneira correta.

Some a isso o fato de que é preciso ter uma configuração robusta nesses locais, pois o número de pessoas utilizando o serviço de forma simultânea é alto. Para concluir com chave de ouro a montagem do seu auditório, não relegue a segundo plano as possibilidades que uma boa estrutura de internet pode proporcionar. Isso ajuda até mesmo a aumentar a divulgação do espaço nas redes sociais.

Se você precisar de uma solução profissional e personalizada, a Performance está à frente do mercado audiovisual brasileiro desde 1990. Confira nossos cases e peça um orçamento!

O que é videoconferência? Entenda como funciona esse recurso tão imprescindível em empresas modernas

19 de setembro de 2018

As videoconferências se tornaram uma forma de comunicação popular especialmente graças aos smartphones. No entanto, a qualidade das chamadas via celular muitas vezes deixa a desejar, de forma que muitas pessoas ainda têm uma opinião receosa sobre o assunto. Para saber de fato o que é videoconferência, é preciso conhecer os equipamentos de uso profissional.

Uma videoconferência, como o próprio nome indica, é a uma conferência que pode ser realizada por meio de vídeo. Suas características principais incluem a redução de custos e o aumento da qualidade nas chamadas em áudio e vídeo, permitindo que aqueles que estão em uma determinada sala possam ver e ouvir com clareza e sem delays consideráveis.

Redução de custos é um ponto crucial

Reuniões costumam ser onerosas para as empresas, especialmente aquelas que exigem deslocamentos. Uma simples viagem, por exemplo, do Rio de Janeiro para São Paulo, implica em gastos com passagens aéreas, eventualmente com hotéis e alimentação. Além disso, há o tempo de deslocamento a ser considerado. No final das contas, perde-se dias inteiros de trabalho apenas por conta de uma ou duas horas de reunião.

As videoconferências reduzem todos esses custos. Os profissionais continuam se deslocando normalmente para a sede da empresa e, partir de lá, podem conversar com pessoas de qualquer parte do mundo, em áudio e vídeo, em tempo real e de uma forma muito mais tranquila e confortável.

Lista de benefícios é extensa

Além do aumento na produtividade e da redução de custos, podemos elencar uma série de possibilidades que os sistemas de videoconferência oferecem. A prospecção de novos mercados, por exemplo, é uma das possibilidades. Em geral, palestrantes costumam passar boa parte do tempo em viagem entre uma cidade e outra e nesse meio tempo ficam impossibilitados de atender outros compromissos.

As soluções de videoconferência podem ser a solução para ampliar o número de palestras. Os sistemas de educação à distância evoluem no sentido de tornar acessíveis palestrantes e personalidades ao grande público. Uma mesma conferência, por exemplo, pode ser transmitida simultaneamente para vários lugares, aumentando o público ao mesmo tempo em que os custos são reduzidos.

Operando com uma estrutura profissional

Embora o conceito de uma videoconferência seja simples, é preciso levar em consideração uma série de fatores na hora de montar uma estrutura profissional de transmissão de vídeo na sua empresa. A começar pelo equipamento escolhido, que deve garantir qualidade de áudio e de imagem de forma que não haja distorções na comunicação.

Aquelas empresas que pretendem fazer videoconferências com muitas pessoas, precisam estar atentas a kits completos que incluam câmeras e microfones de boa qualidade. Nesses casos, a solução passa ainda pela adoção de recursos mais avançados como gestão da rede de vídeos, uso de links dedicados entre outras possibilidades.

O ambiente de uma sala de reunião preparada para videoconferências também é distinto. Por exemplo, a iluminação e a acústica do local precisam ter as características adequadas de forma que se possa potencializar essas oportunidades. A organização do local, a disposição dos equipamentos e o cabeamento necessário são parte de um bom projeto de customização desses ambientes.

Obviamente, há ainda as soluções mais simples de videoconferência, que podem ser executadas mediante a locação de equipamentos para ações pontuais. Contudo, em médio e longo prazo, pode ser mais interessante fazer um investimento nessa infraestrutura desde que o seu modelo de negócios justifique essa possibilidade.

E se você precisar de uma solução profissional e personalizada, a Performance está à frente do mercado audiovisual brasileiro desde 1990. Confira nossos cases e peça um orçamento!

Fonte(s): EADBox, Sonda e QiNetwork

O que é CCO e quais são os benefícios para grandes empresas e instituições?

19 de setembro de 2018

Grandes empresas e o órgãos públicos podem se beneficiar muitos dos chamados CCOs. Você sabe o que é CCO e o que essa sigla significa? Falamos dos centros de controle operacional, estruturas de monitoramento que podem resultar em maior eficiência e rapidez para diversas operações.

Esses ambientes são perfeitos para que se possa estabelecer uma rotina de monitoramento, com acesso a imagens de câmeras em diversos pontos e possibilidade de intervenção e comunicação a qualquer momento. Será que uma estrutura como essa é adequada para a sua organização ou município?

Os múltiplos benefícios de um CCO

Poder centralizar todas as operações de monitoramento e controle em um só lugar é apenas um dos múltiplos benefícios que um CCO é capaz de proporcionar. Trata-se de uma maneira eficiente de se fazer analise de desempenho de uma companhia durante a execução do trabalho.

Essa metodologia permite aos gestores encontrar com precisão quais são os pontos em que a companhia está pecando, de forma a corrigi-los com a certeza que eles impactarão diretamente na produtividade. Além disso, as centrais também acabam se transformando em uma espécie de coração das operações.

Em tempo real, um único funcionário pode acompanhar dez ou mais pontos distintos em múltiplos ambientes e intervir diretamente nele se necessário mediante comandos via rádio ou celular. Em outras palavras, você diminuiu o efetivo em in loco dos ambientes, mas nem por isso perde em cobertura no monitoramento.

Área governamental: ampliação de possibilidades

As centrais de controle de tráfego são um grande exemplo de como as CCOs podem se tornar essenciais nas grandes cidades. Graças às câmeras posicionadas em diversos pontos dos municípios, os operadores e engenheiros de tráfego têm acesso em tempo real aos locais mais nevrálgicos de uma região.

Por meio da CCO, é possível mudar, por exemplo, o intervalo de abertura de um semáforo, contribuindo para desafogar o trânsito e trazer o fluxo à normalidade em algumas ocasiões. Companhias de transporte também utilizam esse mecanismo para monitorar em tempo real a sua frota, identificando eventuais pontos de gargalo e sugerindo alterações de rota de forma a otimizar o tempo.

Ações que requeiram intervenção direta dos órgãos de segurança pública também têm se beneficiado dessa solução. Um exemplo disso são os estádios de futebol. Por meio das câmeras posicionadas em diversos pontos, é possível acompanhar movimentações suspeitas e até mesmo identificar torcedores com mau comportamento, evitando que clube sejam punidos.

De olho na montagem: uma estrutura pensada para cada propósito

A estrutura pensada para o monitoramento do tráfego de uma grande cidade, como por exemplo o Rio de Janeiro, obviamente é muito maior do que o CCO necessário para o bom funcionamento de uma indústria. O ponto é que independentemente da finalidade, o fato é que é possível montar estruturas sob demanda que atendam a todas as necessidades do contratante.

Indústrias, por exemplo, podem ter controle absoluto sobre as suas áreas de produção graças às CCOs. Trata-se de uma estrutura muito mais eficiente e, por vezes, barata, do que a contratação de dezenas de colaboradores para monitorar individualmente cada uma das áreas em questão.

É de suma importância, no entanto, que o projeto do CCO seja construído pensando-se na estrutura disponível bem como levando-se em consideração possibilidades de ampliação. Itens como velocidade de conexão, equipamentos e qualificação de pessoal precisam ser levados em consideração nessa conta. Trata-se de um investimento que certamente renderá frutos em médio e longo prazo e pode até mesmo se tornar um diferencial competitivo, no caso das empresas, ou uma solução para redução de índices de criminalidade ou de congestionamentos.

A Performance está à frente do mercado audiovisual brasileiro desde 1990. Confira nossos cases com implementações de Centro de Controles Operacionais e peça um orçamento!

Fonte(s): VELTEC, MC Digital, Trama WEB e Governo do Rio

Como automatizar uma sala de reunião

19 de setembro de 2018

Pensar em como automatizar uma sala de reunião não precisa ser uma dor de cabeça para a empresa. Embora existam muitas variáveis a serem observadas, um bom projeto deve sempre visar simplificar o uso de cada um dos itens que o local oferece.

Por essa razão, não existe uma sala de reuniões automatizada que possa ser considerada “perfeita”. Tudo vai depender das necessidades da empresa em questão. O que é bom e perfeito para uns, pode não ser tão funcional para outros. Por essa razão, ter em mente o que se quer antes mesmo da montagem do projeto é o primeiro passo.

Descomplicando o uso da sala de reuniões

Automatizar uma sala de reuniões não significa apenas “empilhar” ferramentas tecnológicas para criar um espaço “moderno e caro”. Longe disso. É preciso que cada peça que está no ambiente tenha um sentido, uma razão de estar ali. A automatização visa tornar o acesso a cada uma delas mais simples, rápido e intuitivo.

Seja um espaço utilizado para treinamentos ou para videoconferências, o fato é que os problemas em termos de configuração devem ser reduzidos próximo a zero. As apresentações para os clientes não precisam ser um tormento, tomando algumas horas de montagem toda vez que alguém precisar utilizar o espaço.

Sistemas de automatização: tudo em um só lugar

A melhor maneira de resolver vários problemas de uma só vez é recorrendo aos sistemas integrados de automatização de salas de reuniões. A ideia é que vários equipamentos possam ser controlados com facilidade por meio de um tablet ou smartphone. Isso simplifica o gerenciamento de hardware e torna o controle muito mais intuitivo.

A principal vantagem deles é a simples instalação. Basicamente, uma vez que o sistema esteja configurado, tudo se resume à instalação de uma rede para controle do sistema. Por essas características, esse é um sistema que pode ser considerado flexível: em outras palavras, nada de adotar soluções engessadas e pouco úteis, mas sim módulos específicos que façam a diferença no seu ambiente.

Desde o início do projeto ou na reforma: o melhor momento para a instalação

Há dois momentos em que a automatização de uma sala de reuniões pode se fazer presente. O primeiro é durante a execução da obra, ainda durante fase de projeto. Nesse caso, há uma liberdade maior para montar o espaço do jeito que a empresa imagina que será o ideal. Observar plantas e projetos é essencial para que seja possível tirar o melhor proveito da estrutura disponível.

Mas e quando a sala já está em funcionamento e é preciso fazer alterações? Também não há problema. Nesse caso, engenheiros e projetistas devem observar as instalações para elaborar os projetos elétricos. Além disso, especialmente no caso de edifícios, toda a documentação formal necessária para a execução da obra também é fornecida pelas empresas executoras do projeto.

Basicamente, não há empecilhos para que um projeto de automação de sala de reunião seja colocado em prática. Contudo, é importante ressaltar que em todas as fases, a confecção de um projeto condizente com as necessidades do cliente e com as melhores práticas de segurança se faz essencial.

Um bom projeto deve ainda colocar o consumo responsável de energia e a redução de danos ao meio ambiente como uma de suas premissas. Somente assim, com garantia completa de qualidade em cada uma das etapas e minuciosa atenção aos detalhes é possível entregar um projeto de automação capaz de tornar a sua empresa mais produtiva graças a um espaço mais eficiente e dinâmico.

Você precisa de uma solução profissional e personalizada? A Performance está à frente do mercado audiovisual brasileiro desde 1990. Confira nossos cases e peça um orçamento!

O que é vídeo wall? Como montar um para chamar atenção dos seus clientes

19 de setembro de 2018

Empresas que já procuraram soluções para ponto de venda ou locais de grande concentração de público para fazer anúncios, certamente já devem ter se deparado com o vídeo wall como uma das soluções. Conhecer em detalhes o que é vídeo wall e quais são as possibilidades que ele oferece para o seu negócio pode se constituir em um diferencial atrativo.

Juntamente com os painéis LED RGB (internos ou externos), essa solução é hoje uma das mais buscadas pelos anunciantes na hora de fazer divulgações. Nesse artigo, vamos explicar em detalhes como o vídeo wall funciona e como você pode montar um que possa chamar a atenção dos seus clientes.

O que é um vídeo wall?

Podemos dizer que vídeo wall é uma composição entre dois ou mais displays tendo como objetivo criar uma área maior para exibição de vídeo. Por exemplo, ao invés de usar uma “simples” TV de 60 polegadas, você pode optar por acoplar seis delas, criando uma verdadeira parede de imagens – algo que sem dúvida será muito mais chamativo.

Porém, tecnicamente as coisas não são tão simples assim. Não basta juntar quaisquer monitores e achar que o trabalho está resolvido. É preciso que exista um sistema por trás deles sendo o responsável por sincronizar as imagens, de forma que elas sejam exibidas como se todas as telas formassem um único display.

®WIKIMEDIA COMMON

Essa exibição pode ainda ocorrer de forma independente. Tudo vai depender das necessidades do cliente ou da criatividade do projeto concebido. O fato é que você vai precisar de uma empresa responsável não apenas pela locação dos equipamentos, mas também pela instalação e configurações das telas.

Como montar um vídeo wall?

Há vários fatores que precisam ser levados em consideração na hora de montar um vídeo wall. O primeiro deles é a espessura da borda dos displays. Modelos mais antigos tendem a ter bordas maiores, o que pode prejudicar a estética de exibição de imagens em certos projetos. Mesmo os aparelhos com bordas mais finas, que custam um pouco mais, requerem calibragem.

Além disso, os displays usados em aplicações como essas têm características diferentes das TVs ou monitores tradicionais. Essas telas profissionais são desenvolvidas para funcionarem 24 horas por dia durante os sete dias da semana. Some a isso o fato de que possuem uma calibragem de brilho mais alta, o que os torna mais atrativos em ambientes muito iluminados, como shoppings.

Quando o objetivo é que o público assista ao conteúdo e possa prestar atenção nos mínimos detalhes, como partidas de futebol, por exemplo, displays com bordas mais finas se mostram mais agradáveis. Já no caso de peças publicitárias, bordas mais espessas podem entregar ótimos resultados da mesma forma, desde que conteúdo criado para exibição leve esse detalhe em consideração.

Outro aspecto a ser considerado é o formato da instalação. Temos a matriz quadrada, uma das mais tradicionais (formatos 2×2, 3×3 e assim sucessivamente); o formato portrait (com os displays colocados “em pé”, um sobre o outro, ideal para colunas; o formato landscape (disposição 1×2, 1×3, 1×4 e assim sucessivamente), perfeito para fachadas e testeiras; e formato mosaico, no qual a forma de montagem foge dos padrões geométricos convencionais.

Em todos os casos, sempre é recomendável incluir as orientações dos profissionais que alugam esse tipo de equipamento. Há pequenos detalhes que, se descobertos ainda nas fases iniciais do projeto, podem ajudar a reduzir os custos de instalação e manutenção. Em outras palavras: tenha certeza do que vai precisar antes de finalizar o projeto, caso contrário pode existir algum tipo de incompatibilidade entre o que foi criado e o que será projetado.

E se você precisar de uma solução profissional e personalizada, a Performance está à frente do mercado audiovisual brasileiro desde 1990. Confira nossos cases e peça um orçamento!

Fonte(s): 4You See e MDOCH

Performance entrega projeto de áudio e vídeo ao Grupo Services projeto Zeus

27 de março de 2018

O Grupo Services, pioneiro na utilização de agentes digitais no mercado, reuniu gestores e executivos dos ramos de telecom, financeiro e varejo na noite da última quarta-feira (21) para apresentar seu novo projeto. Denominado de Zeus, a iniciativa consiste na criação de um sistema próprio para desenvolvimento de agentes digitais com diferenciais exclusivos de personalização.

A Performance realizou o projeto e a instalação dos equipamentos de áudio e vídeo para o novo ambiente do Grupo Services o projeto conta com um painel de Vídeo Wall no formato (2×2) da Lg, sistema de projeção em vidro com projetores tecnologia laser e led da Casio, sala de reunião equipada com tecnologia de ultima geração, além de um espaço preparado para os eventos do grupo.

Tags

Solução Microfone de teto Shure instalado na ELECTROLUX GROUP

16 de novembro de 2017

Líder mundial em eletrodomésticos e aparelhos de uso profissional, a Electrolux está presente em mais de 150 países. Com trajetória de quase 100 anos de existência se traduz em desenvolvimento, inovação, design moderno e funcionalidade.

A Performance projetou e instalou para a Electrolux o primeiro sistema de microfone de teto na sala de reuniões da presidência em Curitiba  estado do Paraná.

A solução contempla o sistema da Shure com Microfone de teto com cobertura orientável de até 8 lóbulos independentes para capturar o áudio com precisão absoluta, com software de controle posicionando automaticamente os lóbulos para capturar as vozes das pessoas que estão na sala de reunião.

Tags